O novo caminho para o sucesso.

Quem perdeu o prazo da entrega do IR 2019 ainda pode entregar a declaração a partir desta quinta

O sistema do Imposto de Renda 2019 foi reaberto a partir da última quinta-feira (2), pela Receita Federal, para que os contribuintes que não entregaram a declaração dentro do prazo possam fazer o envio e pagar a multa. O programa para o envio da declaração para quem perdeu o prazo é o mesmo. 

O número entregas da declaração do IR 2019 foi acima da expectativa, chegando ao número de 30,5 milhões neste ano, segundo o Fisco.

Para quem perdeu o prazo é recomendável que o contribuinte acerte as contas o quanto antes para pagar uma multa de menor valor. Assim que a declaração for enviada, o contribuinte receberá a “Notificação de lançamento da multa”, com o prazo para quitar a taxa. O pagamento deve ser feito em até 30 dias após a emissão. Em caso de atraso no pagamento da multa, passam a incidir juros de mora sobre o valor, com base na taxa Selic.

Para emitir o Documento de Arrecadações de Receitas Federais (Darf) necessário para quitar a multa, o contribuinte deverá selecionar a opção “Darf de multa por Entrega em Atraso”, localizado na aba “Imprimir” do programa gerador da declaração.

Além do prejuízo financeiro com a multa, o contribuinte fica com o CPF “sujo”, o que pode lhe impedir de empréstimos, tirar passaportes, obter certidão negativa para venda ou aluguel de imóvel e até prestar concurso público até a regularização da situação.

 

Multas

O contribuinte que não entregou a obrigação dentro do prazo tem a multa mínima de R$ 165,74, mas o valor pode atingir até 20% do imposto devido.

A multa por atraso na entrega da declaração é aplicada tanto para quem tem imposto a pagar quanto para quem tem restituição a receber. Para quem tem imposto a pagar, a multa é de 1% ao mês (ou fração de atraso) sobre o valor do imposto a pagar, limitada a 20% do imposto devido. Já para quem não tem imposto a pagar, o valor da multa corresponde ao mínimo exigido, que é de R$ 165,74.

 

Fonte: G1
Publicado em 06/05/2019