O novo caminho para o sucesso.

MEI: Saiba quais são os documentos que evitam problemas com a fiscalização

O número de Microempreendedores Individuais (MEI) cresce a cada ano no Brasil. Segundo dados da Serasa Experian, a cada dez segundos, um no MEI surge no Brasil.

Com o crescimento desse perfil de natureza jurídica, é comum que apareçam dúvidas sobre o modelo de funcionamento e toda a burocracia envolvida na abertura de um novo negócio.

Para abrir seu negócio e se tornar MEI é necessário que o interessado apresente os seguintes documentos:

Recibo do imposto de renda

Para se formalizar como MEI, haverá a solicitação do recibo da declaração de Imposto de Renda. Este dado só será pedido para quem precisou fazer a declaração.

Título de eleitor

Também será necessário informar o número do titulo de eleitor, para comprovar a sua situação.

Comprovante de situação cadastral do CPF

Será pedido o comprovante de que o CPF está em dia. Dá para consultar a situação do seu cadastro no site da Receita Federal.

CEP

O cadastro solicita, ainda, o CEP do seu endereço de residência e também do local onde as atividades serão realizadas.

Número de telefone

Forneça um número de celular ativo para conseguir concluir seu cadastro.

Documentos para MEI pessoa jurídica

Depois de formalizar o cadastro como pessoa jurídica, alguns documentos para MEI passam a ser importantes no dia a dia. Confira os principais:

Relatório de despesas e faturamento

Organização financeira é essencial para que um negócio dê certo e consiga crescer. Faça o controle mensal das suas despesas e do faturamento, assim a Declaração Anual ficará muito mais simples.

Emissão de boleto para recolhimento de imposto mensal

O DAS é o Documento de Arrecadação do Simples Nacional. Por meio dele, o MEI vai recolher os impostos obrigatórios – com um valor baixo e fixo, para não ter surpresas de um mês para o outro.

O DAS inclui 5% do salário mínimo para o INSS e R$ 5 de ISS para o caso de prestação de serviços, ou R$ 1 de ICMS, para o MEI do comércio e da indústria.

Declaração Anual

A Declaração Anual do MEI informa os rendimentos do exercício de referência, para identificar se o empresário deve continuar enquadrado nessa categoria de pessoa jurídica. O envio da declaração deve ser feito no Portal do Empreendedor.

Esta declaração, em geral, deve ser enviada até o final do mês de maio.

Estar com todos os documentos em dia pode ser uma tarefa complicada sem um contador. Por isso procure um contador qualificado para ajudar você a manter seu negócio em dia, livre de problemas e focado na sua empresa.

 

Fonte: Jornal Contábil
Publicado em 19/06/2019