O novo caminho para o sucesso.

Entenda a importância dos relatórios contábeis para a sua empresa

Por conta da crise causada pelo novo coronavírus, diversos empreendimentos do mundo estão buscando novas formas de se reinventarem e, para conseguir enfrentar este período, é preciso que o empresário conheça detalhadamente os relatórios contábeis de seu empreendimento, para assim propor a melhor solução.

Estes relatórios são os principais documentos para descrever com dados técnicos as informações colhidas pelos setores de contabilidade de uma empresa. Eles podem ser realizados mensalmente, trimestralmente ou até mesmo anualmente e são fundamentais para uma análise aprofundada e detalhada sobre a parte econômica da empresa.

Quais os tipos de relatórios contábeis existentes? 

Existem apenas dois tipos de relatórios contábeis: os relatórios obrigatórios e os não obrigatórios.

Veja, abaixo características específicas de cada um dos tipos de relatórios gerados pela contabilidade financeira:

Relatórios obrigatórios

Conhecidos como Demonstrações Financeiras, os relatórios obrigatórios são aqueles exigidos por lei. Entre eles, estão documentos como:

  • Balanço Patrimonial (BP);
  • Demonstração do Resultado do Exercício (DRE);
  • Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA);
  • Demonstração das Origens e Aplicações de Recurso (DOAR) — somente para Sociedades Anônimas.

Dependendo da situação, é preciso publicar esses relatórios por meio de mídia escrita.

Relatórios não obrigatórios 

Os relatórios não obrigatórios são aqueles que não são exigidos pela legislação. No entanto, eles são extremamente importantes para as tomadas de decisão dos empresários e gestores de empresas, pois seus dados podem definir investimentos importantes, entre outras funções. 

São eles:

  • Demonstrativo do Fluxo de Caixa (DFC): exceto para as sociedades de capital aberto ou com patrimônio líquido superior a R$ 2.000.000,00, quando se torna obrigatório;
  • Demonstrativo do Valor Adicionado (DVA): exceto para as companhias abertas.

Ambos os relatórios descrevem as operações passadas, possibilitando aos gestores o fácil acesso a previsões de despesas e receitas de períodos futuros.

Quem pode fazer relatórios contábeis?

Todo trabalho que envolve a coleta de informações — inclusive a entrega dos informes contábeis à diretoria, à gerência e ao conselho administrativo das empresas — deve ser realizado com muita perfeição, pois esses documentos têm um papel fundamental para a administração dos empreendimentos.

Portanto, manter um fluxo de caixa atualizado proporciona ao gestor uma visão sobre a situação financeira da empresa, auxiliando antecipadamente na tomada de decisão. 

Por essa razão, os relatórios contábeis devem ser feitos por profissionais contábeis e com experiência na área. Por tratarem da área financeira dos negócios, esses documentos são de extrema importância, e qualquer erro na coleta e interpretação dos dados pode significar um grande prejuízo para a empresa, seja por conta de um investimento mal aplicado ou por uma decisão mal embasada. 

Nesse quesito, a JGA Assessoria Contábil possuí uma equipe especializada para te ajudar na elaboração desses relatórios.

Entre em nosso conosco e saiba mais! (11) 3660-0600 / (11) 99441-0001 / jga@jga.com.br

 

Fonte: Jornal Contábil
Publicado em 30/03/2020