O novo caminho para o sucesso.

Covid-19: capital passa para fase amarela do Plano SP

Os últimos índices atingidos pela cidade de São Paulo fizeram com que o município avance da fase laranja para a amarela do Plano SP, de combate à pandemia de coronavírus. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (26) pelo prefeito da capital, Bruno Covas, e pelo governador do Estado, João Doria, durante coletiva realizada no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado de São Paulo.

“O município, em vez de retroceder para a fase vermelha, avança para a fase amarela. Isso só foi possível graças à participação e ao envolvimento da população, que entendeu que, apesar de o município ter conquistado os dados da fase laranja, ainda era necessário continuar com todas as precauções que a quarentena requer. Esse recado continua a valer. Apesar de o município ter avançado para a fase três, é importante lembrar que a pandemia continua a existir”, afirmou o prefeito Bruno Covas.

Apesar do aval do Governo do Estado para o avanço à fase amarela em parte da Região Metropolitana de São Paulo, a recomendação do Centro de Contingência do Coronavírus é para que as prefeituras só liberem o atendimento presencial para as novas categorias a partir de 6 de julho, quando será confirmada a permanência das cidades nesta nova etapa.

“O município vai acatar essa solicitação do Centro de Contingência. Vamos, durante a semana que entra, conversar e dialogar com os setores que agora podem voltar a funcionar na fase três, avançar e, se tudo der certo, assinar os protocolos, para que eles possam aguardar o resultado na sexta-feira [dia 3/7] da semana que vem. Se o resultado confirmar o município na fase amarela, eles poderão reabrir a partir 6 de julho”, explicou o prefeito.

Nesta nova fase, será permitido o atendimento presencial restrito em bares, hotéis, restaurantes, salões de beleza e barbearias, de acordo com os protocolos previamente estabelecidos pela Vigilância Sanitária do Município. De acordo com o plano, o consumo local só será liberado em áreas arejadas e segundo rígidos protocolos sanitários estabelecidos.

“Este novo mapa do Plano São Paulo continua sendo uma ferramenta técnica muito importante para planejamento e execução de todo o combate à pandemia no estado”, afirmou o governador João Doria. “O Plano SP completa 30 dias na próxima terça (30) e vem seguindo seu curso com sucesso e credibilidade, porque toma como referência os números, as informações e as cautelas. Mas também leva em conta a economia, a necessidade do emprego e a dificuldade, sobretudo das pessoas mais pobres e mais humildes do nosso estado”, disse. 

Na fase amarela, a flexibilização do Plano SP também prevê abertura limitada a 40% da capacidade de todos os setores previstos na laranja e seis horas de expediente.

 

Fonte: Prefeitura de São Paulo
Publicado em 29/06/2020