O novo caminho para o sucesso.

Franquia contábil deve crescer em 2019

Se você já tem um escritório, mas a ideia de mudar o modelo de negócio para o de uma franquia contábil, não é de se estranhar, já que em 2019 esse mercado deve crescer 2,8, de acordo com a ABF (Associação Brasileira de Franchising). Hoje, no Brasil, existem 557 marcas que operam como franquias, destas, mais de 79% são microempresas.

No entanto, antes de se decidir e iniciar a transição para uma franquia contábil é preciso planejamento.

É importante entender e diferenciar os modelos de franquia contábil existe o modelo de franquia tradicional, que é aquele em que você deve seguir várias regras para montar um negócio, desde processos à infraestrutura, ferramentas ou materiais necessários. E a franquia de gestão, nesse modelo, não é necessário ter uma estrutura de escritório nem manter uma equipe. Além de calcular o investimento, antes de começar, você deve prever quanto investiria em cada modelo.

Outro ponto é avaliar o COF, que serve para evidenciar tudo o que a franqueadora oferecerá e como o franqueado será beneficiado. Manter o capital de giro é fundamental para qualquer empresa.  Seu novo projeto de franquia contábil deverá ter um capital de giro próprio. Esse valor que não está empenhado em nenhuma etapa de execução é a garantia de que o início será controlado e de que você não ficará enforcado. A transição do escritório para a franquia precisa ser de forma segura.

E não basta só abrir uma franquia, é necessário propor novas ofertas e serviços. Verifique se a franquia não vai engessar você. Algumas não oferecem a possibilidade de criar ofertas e serviços diferenciados, que ajudam a conquistar novos clientes. Prospectar novos clientes é essencial. Investir em marketing, por exemplo, é algo que pouco fazem.

Ganhar dinheiro com consultoria contábil e financeira vai além das tarefas e dicas do dia a dia. Tem a ver com proximidade e confiança em relação ao cliente. E não dá para conquistar esse relacionamento sem investir tempo nele.

Por fim, mas não menos importante, está o cálculo do ROI (Return of Investment). Saber quando o investimento se pagará é fundamental para tomar uma decisão. Migrar para a franquia exigirá fôlego e dedicação.

 

Fonte: Gestão Contabilidade
Publicado em 31/01/2019