O novo caminho para o sucesso.

Empresas devem investir em Gestão Patrimonial

Um empreendedor deve realizar investimentos em diversas gestões para que sua empresa consiga se destacar no mercado. Uma dessas áreas que precisa de acompanhamento é a Gestão Patrimonial.

A Gestão Patrimonial acaba se tornando fácil quando a mesma em seu desenvolvimento é criada com planejamento, ou seja, a implantação é estruturada de forma profissional na empresa para atender suas necessidades, tais como: detalhamentos necessários dos itens que fazem ou farão parte do Ativo Imobilizado da empresa e as sub-divisões na estrutura, como centros de custos, localizações especificas, unidades entre outras.

Uma vez desenhado toda essa estrutura, pode então ser colocado em pratica o processo para a realização do Inventário Patrimonial, ou seja, o levantamento físico, a confecção das placas de identificação e até mesmo caso seja de interesse da empresa (procedimento muito importante) a conciliação física contábil, para ajustar o Inventário com a Contabilidade.

Essa complexidade de levantamentos, conciliação e controle, nada mais é para que a Gestão Patrimonial possa ocorrer de forma saudável e sem “surpresas” que muitas vezes expõem a empresa a questionamentos por parte da alta direção ou mesmo por parte do Fisco. 

É importante lembrar que ter em mãos de forma rápida e consistente detalhes dos bens imobilizados e de valores sejam eles patrimoniais ou mesmo de resultados ora contabilizados para aproveitamento com base na legislação para redução na apuração de IRPJ e CSLL faz com que a Gestão Patrimonial transpareça a Contabilidade ou mesmo a Controladoria total controle e agregue segurança nas informações

 

 

Fonte: Contábeis
Publicado em 22/05/2019