O novo caminho para o sucesso.

Empresa de tecnologia contribui para no crescimento do voluntariado no Brasil

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 7,2 milhões de brasileiros praticam algum tipo de trabalho voluntário, o equivalente a 4,3% da população acima de 14 anos no país. O número mostra o quanto o voluntariado ainda pode crescer no país. O Índice Global de Solidariedade 2018 levantou que, entre os 146 países que estão no índice, o Brasil ocupa a 122ª posição quando se trata de voluntariado e solidariedade.

Neste cenário, a IBM, uma empresa de inovação e tecnologia da informação, criou uma plataforma de voluntariado que visa incentivar o trabalho voluntário entre seus funcionários. A ideia é, principalmente, aumentar o número de voluntários ligados às causas da educação, saúde e repostas a desastres naturais. Em 2018, a IBM alcançou a marca de 1,3 milhão de horas de voluntariado e mais de US$ 24 milhões em doações, no mundo.

“A IBM quer unir a tecnologia e seus funcionários para aproveitar todo esse talento em prol da mudança social. Com a plataforma, pretendemos potencializar essa ação, e manter o engajamento de todos os IBMistas nesta causa”, comenta Juliana Nobre, gerente de Cidadania Corporativa da IBM Brasil.

A plataforma IBM.org chegou no início de agosto para uso dos funcionários da IBM na América Latina. Além da interação entre os funcionários, a plataforma permite que o voluntário realize doações de forma direta para organizações aprovadas.

Os funcionários da IBM podem indicar organizações da sociedade civil (OSCs) para receberem doações ou se tornarem parceiras. A empresa também realiza doações próprias para as OSCs em nome de funcionários que participam de trabalhos voluntários, desde que as horas sejam comprovadas.

As organizações podem se cadastrar pela plataforma para receberem os funcionários da IBM como voluntários e/ou suas doações, mas terão que passar por um processo de avaliação. Organizações ligadas a atividades políticas, religiosas ou com fins lucrativos não podem se cadastrar.

No momento, as atuações dos trabalhos voluntários estão concentradas nas regiões em que a IBM tem base fixa, como São Paulo e Rio de Janeiro. Os planos para o futuro incluem uma expansão para atividades nas regiões Norte e Nordeste, que no momento ocorrem quando há o intercâmbio de voluntários.
 

Fonte: Observatório do Terceiro Setor
Publicado em 07/10/2019