O novo caminho para o sucesso.

Devedores de IRRF devem regularizar débito até 30 de novembro

Os empresários que estiverem devendo o Imposto de Renda Retido na Fonte – IRRF têm até o dia 30 de novembro para regularizarem a sua situação. Quem não o fizer poderá responder por crime de apropriação indébita.

Por isso, quem descontou o IRRF da folha de pagamento ou do prestador de serviço e não recolheu precisa ter pressa para solucionar esta questão.

A multa por reter e não recolher o imposto varia entre 75% e 225%, sem contar que de acordo com a legislação, os sócios da empresa podem responder por crime contra a ordem tributária por apropriação indébita.

Segundo a Receita Federal, mais de 20 mil empresas tem a oportunidade de se autorregularizarem sem as penalidades de uma fiscalização.

Parcelamento

Para quem se encontra nesta situação, não há a possibilidade de parcelamento da dívida. Logo, ela deverá ser paga de forma integral, à vista.

Se a sua empresa possui débito de imposto retido na fonte, procure seu contador. Evite autuação e processo de crime por apropriação indébita.

 

Fonte: Portal Contábeis
Publicado em 07/11/2019