O novo caminho para o sucesso.

Comprar nos Estados Unidos ficou mais fácil

No dia 29 de janeiro, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - ECT lançou a sua própria plataforma de importação, em parceria com a operadora de cartão de crédito Visa. 

Denominado "Compra Fora", o novo serviço consente que a pessoa compre um produto de uma loja nos Estados Unidos, via internet, e receba aqui no Brasil. Segundo dados da assessoria de imprensa da estatal, o propósito da plataforma é proporcionar aos brasileiros a chance de adquirir mercadorias que não são comercializadas no País: “A solução permite o envio de produtos adquiridos online em lojas americanas que não vendem ou não enviam seus produtos ao Brasil”.

No evento de lançamento da plataforma, que pode ser visto por meio deste link, foi aclarado que o "Compra Fora" conta com um parceiro nos Estados Unidos, que gera um endereço para o envio das encomendas feitas no e-commerce. Na sequência, recebe a mercadoria, faz a preparação do despacho postal e, em seguida, a remete para o Brasil. Tudo muito simples e sem burocracia.

Quando o produto chega no Brasil, passa pelo “desembaraço facilitado”, o que, na prática, distingui o "Compra Certa" da obtenção de mercadorias provenientes da China, uma vez que os produtos que chegam da Ásia não passam por  preenchimento de toda a papelada de desembaraço aduaneiro.

Na prática, o propósito do "Compra Certa" é romper a corrente de importações ilegais realizadas através de residentes nos Estados Unidos que enviam produtos a cidadãos no Brasil, na forma de presente, uma vez que, por meio desta prática, é possível que o contribuinte obtenha isenção tributária, o que é indevido, de acordo com a nossa legislação.

Como funciona?

O importador, ao se cadastrar no site do "Compra Fora", já terá automaticamente disponível um número identificador e os endereços eletrônicos nos Estados Unidos que podem ser utilizados para compras online.

É preciso informar à loja virtual o endereço escolhido como endereço de entrega juntamente ao número identificador, também conhecido por "suíte". O produto é enviado pelo vendedor ao entreposto americano e, após quitação de tributos e taxas de serviços, é encaminhado ao Brasil e entregue no endereço do destinatário informado no registro da recém-lançada plataforma.

O site também oferece a possibilidade da pessoa simular, com uma calculadora de envio, o valor do desembolso com impostos e serviços, o que faz com que o comprador consiga saber antecipadamente quanto gastará.

No "Compra Certa" é possível acompanhar ainda o status da compra realizada. Como se não bastasse, nele é possível juntar pacotes de estabelecimentos distintos, gerando economia no envio das mercadorias.

Vantagens

Primeiramente, é preciso enfatizar que o "Compra Certa" não é o primeiro agenciador entre despachos dos Estados Unidos para o Brasil, pois existem outras empresas que fazem este tipo de serviço no País. Basta fazer uma busca no Google para conhecê-las. No entanto, o que os Correios fazem de novidade é computar os tributos e taxas de importação, evitando que a mercadoria seja restituída ao remetente. 

Com os outros intermediários, a pessoa também pode pagar antecipadamente, mas não receber o produto; ou até mesmo recebê-lo quebrado ou danificado, o que é uma baita desvantagem frente ao "Compra Certa". Já no novo sistema dos Correios, as importações são realizadas com total segurança ao importador e dentro da norma vigente.

Sendo assim, os principais benefícios do novo sistema são: processo realizado totalmente via web; experiência, praticidade e segurança no pagamento, já que a estatal firmou convênio com a Visa; cálculo rápido dos custos de impostos e serviços; geração de um endereço nos Estados Unidos para a transmissão da encomenda ao Brasil; e rastreio fácil do objeto postado

Para conhecer a nova ferramenta ou efetuar compras de produtos americanos, basta fazer o cadastro no site www.comprafora.com.br.

 

Fonte: De León Comunicações com informações da Legis Web
Publicado em 06/02/2019