O novo caminho para o sucesso.

Como o terceiro setor pode aumentar suas chances de conseguir financiamento em tempos de crise?

Todos sabemos que essa pandemia é sem precedentes tanto em número de afetações quanto em escala das necessidades dos afetados. Quase todos os lares, comunidades, organizações, setores e nações estão sofrendo com os impactos na saúde, na economia e na sociedade.

Diante desse cenário, as OSC’s e empreendedores sociais não têm outra saída senão a de se prepararem e adaptarem para responder às demandas extraordinárias desta crise.

“Será necessário, principalmente maior foco no impacto das ações que eles realizam. Por isso, a DIMA Consult está elaborando uma base de dados de entidades do terceiro setor interessadas em receber formação sobre formulação de planos de monitoramento e avaliação de resultados”, afirma Luana Ozemela, CEO da DIMA, empresa de desenvolvimento internacional estabelecida no Qatar.

As entidades do terceiro setor também precisarão maior transparência na captação de recursos, gestão financeira e prestação de contas; diversificar suas formas de captação incluindo plataformas online de captação, lojas virtuais de caridade e eventos virtuais.

Luana Ozemela ainda assugura que embora as políticas de quarentena resultem em forte recessão no curto-prazo, elas salvarão vidas preciosas que serão necessárias para manter a economia em longo prazo. As entidades do terceiro setor, principalmente de saúde e assistência social, estão na vanguarda da oferta de serviços essenciais que minimizam a perda de vidas.

“Os doadores e os governos precisam responder rapidamente às crescentes demandas dessas entidades e trabalhar junto com os donatários para encontrar novas maneiras de enfrentamento desta crise”, garante Luana Ozemela.

 

Fonte: Estadão
Publicado em 27/04/2020