O novo caminho para o sucesso.

Como empresas e trabalhadores dos serviços de entregas podem se proteger do coronavírus

Com o aumento do número de casos registrados por covid-19, a Prefeitura de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), preparou mais uma cartilha com dicas e recomendações, desta vez, as orientações são voltadas para empresas e trabalhadores que realizam serviços de entregas.

Por atuarem circulando nas ruas, os entregadores precisam redobrar ao máximo os cuidados com higiene a fim de evitar a proliferação do vírus, lavando sempre as mãos e evitando o contato físico.

Às plataformas digitais / empresas / estabelecimentos tomadores de serviços de entrega devem:

- Em ambientes fechados, manter, preferencialmente, a ventilação natural do ambiente de trabalho;

- Garantir aos trabalhadores informações e orientações claras para a correta higienização dos veículos e bagageiros;

- Disponibilizar espaço seguro para retirada de mercadorias de modo a reduzir/evitar contato físico direto entre pessoas;

- Nos pontos de espera das mercadorias, os entregadores devem ser orientados a respeitar o distanciamento social recomendado pela Organização Mundial de Saúde, mantendo distância maior que um metro entre as pessoas e evitar aglomerações;

- Recomenda-se prover aos profissionais de entrega: soluções com água e sabão, álcool gel, toalhas de papel e luvas descartáveis para promover a entrega segura dos seus produtos.

- Disponibilizar e garantir álcool gel para uso dos trabalhadores em pontos estratégicos de fácil acesso, para higiene das mãos, principalmente em locais onde não há acesso fácil à lavagem das mãos.

- Incentivar o pagamento por cartões de crédito ou transferências digitais.

- As máquinas utilizadas para pagamento devem estar protegidas com material impermeável que facilite a higienização (capa protetora ou filme plástico).

- Faça destas medidas um diferencial do seu atendimento, promovendo a entrega segura.

- Essas condutas se tornam urgentes para conter o avanço da pandemia.

Aos trabalhadores:

- Manter todos os cuidados gerais frente a pandemia por covid-19 em relação à higienização dos ambientes, assim como os cuidados de higiene pessoal e distanciamento social;

- Seguir as medidas de etiqueta respiratória. Orientações sobre etiquetas respiratórias estão disponíveis no site da COVISA.

- Lavar as mãos sempre que possível entre atendimentos e utilizar álcool gel quando a atividade não permitir a freqüência da lavagem das mãos;

- Realizar desinfecção do veiculo de transporte (motocicletas, bicicletas, veículos, etc.) assim como de suas roupas antes e após as entregas, quantas vezes forem necessárias.

- No momento de espera, tanto para recebimento ou entrega de pedido, ou no momento de descanso, deve-se respeitar a distância maior que um (01) metro entre as pessoas.

- O pagamento deve ser realizado preferencialmente com cartões de crédito, os quais devem ser inseridos na máquina pelo cliente para evitar o contato. Em caso de recebimento em dinheiro, guardar em local adequado e higienizar as mãos.

- Recomenda-se que recebam e depositem pedidos em locais específicos (passa volumes) nos estabelecimentos e nos locais de entrega. Na impossibilidade, manter distância maior que um (01) metro entre as pessoas.

- No caso de recebimento de documentos e objetos, utilizar um recipiente que permita higienização, para evitar o contato direto. Caso necessite tocar no objeto utilize uma luva descartável, descarte no lixo e higienize as mãos.

- Sempre tenha em mãos solução de água e sabão para lavagem de mãos, assim como toalhas de papel para secá-las.

- Evitar compartilhar objetos de uso pessoal, inclusive canetas e ferramentas. Caso necessário, higienizar antes e depois dos procedimentos com solução de água e sabão ou álcool 70%.

- Não comparecer ao trabalho se manifestar sintomas respiratórios. Pessoas com sintomas respiratórios, bem como os contatos intradomiciliares precisam permanecer em isolamento domiciliar por 14 dias, contados da data de inicio dos sintomas. Nessa situação, caso seja extremamente necessário sair de casa, usar máscara.

- Avisar imediatamente o responsável/colegas de trabalho, se vier a apresentar sintomas respiratórios durante o expediente de trabalho.

População em geral:

- Manter todos os cuidados gerais frente a pandemia por covid-19;

- O Ministério da Saúde orienta usar máscara sempre que precisar sair de casa:

>> Pode ser de confecção caseira de tecidos, mas para efetividade é preciso que tenha pelo menos duas camadas de pano, ou seja dupla face.

>> Deve ser confeccionada de modo que a mascara cubra totalmente a boca, nariz e que estejam bem ajustadas ao rosto, sem deixar espaços nas laterais.

>> Deve ser de uso individual, não podendo ser compartilhada com ninguém.

>> Deve ser trocada a cada duas horas de uso. O ideal é que cada pessoa tenha pelo menos duas máscaras;

>> Ao sair, leve sempre pelo menos uma reserva e leve uma sacola para guardar a máscara suja, quando precisar trocar;

>> Ao chegar em casa, as máscaras usadas devem ser lavadas com água sanitária. Deixe de molho por cerca de dez minutos.

 

Fonte: Prefeitura SP
Publicado em 22/04/2020