O novo caminho para o sucesso.

Como destinar parte do seu Imposto de Renda a grandes causas?

Até o dia 30 de abril, os contribuintes devem fazer a sua Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física – DIRPF no site da Receita Federal. O que poucos sabem é que além de cumprir a obrigação civil, essa é uma ótima oportunidade para destinar até 3% do IR para apoiar projetos e instituições sociais.

Ao optar pela declaração no modelo completo, parte dos recursos que iriam para a Receita Federal podem ser destinados para fundos assistenciais, como o Fundo da Infância e Adolescência (FIA).

Como doar

Mesmo sendo uma atividade realizada todos os anos, ainda existem muitas dúvidas sobre o processo de doação.

Então, é importante esclarecer que as doações podem ser feitas tanto por pessoas físicas quanto jurídicas. A diferença está no percentual a ser destinado.

As pessoas físicas podem destinar até 3% do imposto, seja ele devido ou para restituição.

No caso das pessoas jurídicas, a destinação só pode ser feitas por empresas tributadas pelo Lucro Real e o valor fica limitado a 1% do seu imposto devido.

Vale lembrar que o contribuinte não gastará nenhum um centavo a mais, apenas destinará parte do imposto que ele já teria que pagar, de qualquer forma.

A doação é feita pelo sistema da Receita Federal. Todos os contribuintes que optam pelo modelo completo de doação devem preencher o formulário, escolher o fundo no qual o projeto da instituição desejada está inscrito (municipal ou estadual), calcular na própria declaração o potencial de doação, escolher o valor a ser doado, emitir e pagar a DARF até o dia 30 de abril.

Depois é só enviar um e-mail com a confirmação da doação para a instituição desejada e o representante do conselho escolhido informando o nome do projeto escolhido.

Apesar disso, segundo dados da Receita Federal, menos de 5% das pessoas que poderiam fazer a doação destinam o valor para as instituições sociais.

 

Publicado em 07/03/2019