O novo caminho para o sucesso.

Centro Especializado em Reabilitação confecciona máscaras adaptadas para facilitar a leitura labial

O Centro Especializado em Reabilitação (CER III) Carandiru, localizado na Vila Guilherme, na Zona Norte, está confeccionando máscaras adaptadas para leitura labial. A iniciativa ajuda na comunicação de pessoas com deficiência auditiva, proporcionando maior autonomia e independência. O CER é mantido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Saúde.

O diferencial da máscara, equipamento importante para proteção contra o coronavírus, é uma tela transparente na área da boca, o que permite a leitura labial, sem prejudicar a proteção proporcionada pelo equipamento .

Inicialmente, a ação foi elaborada para atender uma demanda interna. “Temos dois colaboradores que são deficientes auditivos. Percebemos a dificuldade de compreensão deles, quando usamos as máscaras cirúrgicas, de tecido ou N95. Realizamos diversas tentativas até chegar no resultado, que foi uma máscara com tecido, com visor labial”, afirmou Tereza Cristina Oliveira, coordenadora técnica.

O modelo começou a ser confeccionado na própria unidade com o intuito de distribuir para os pacientes, facilitando a comunicação com os profissionais de saúde e seus familiares. “Com esse modelo conseguimos ver a pessoa articular. A iniciativa vai facilitar, no dia a dia, o meu trabalho com os pacientes e com os colegas”, explicou Magna Albo, assistente social.

O fisioterapeuta Israel Souza falou dos benefícios das máscaras adaptadas.  “Para nós, com deficiência auditiva, foi extremamente importante porque começamos a participar mais. De uma certa maneira, acabamos ficando isolado”.

 

Fonte: Prefeitura de São Paulo
Publicado em 27/05/2020