O novo caminho para o sucesso.

Afinal, qual é a verdadeira importância do setor de RH para as empresas?

Como disse certa feita o professor universitário Dave Ulrich, da Universidade de Michigan e co-fundador do The RBL Group, ume empresa de consultoria de gestão global, “uma organização tem de ser mais e maior do que a simples reunião de talentos. Esse é o papel da cultural corporativa”. 

Consciente desta realidade, a JGA, que realiza constantes treinamentos para a especialização dos profissionais de Recuros Humanos, enumera os motivos que fazem com que eles se tornem peças fundamentais para o sucesso empresarial. 

Acompanhe: 

Recrutamento e seleção de profissionais: o setor de RH é o incumbido de escolher os candidatos a um cargo dentro da empresa, uma tarefa que não é nada fácil. Na maioria das vezes, há uma grande quantidade de profissionais que se inscrevem para executar a função, contudo nem todos têm o perfil correto para responsabilizar-se pelo trabalho. Isso é excepcionalmente apropositado, uma vez que quanto melhor for a análise, captação e avaliação dos candidatos, melhores serão os resultados da empresa em pequeno, médio e longo prazo. 

Salários e benefícios: por ser uma área que lida diretamente com as pessoas que compõem a equipe empresarial é ela quem define a remuneração e os benefícios de cada funcionário.   

Sistema de recompensas: quando a produtividade de algum setor está caindo, fica a cargo do RH levantá-la. Como? Por meio de um sistema de recompensas. Ao fazer uma pesquisa interna, é possível perceber rapidamente quais as retribuições mais almejadas pelos colaboradores. 

Descoberta e retenção de talentos: sendo as competências estratégicas primordiais para os negócios, encontrar e preservar os talentos no quadro corporativo é uma das maneiras mais assertivas da empresa obter sucesso no mercado e não perder para a concorrência. 

Gestão: se alguém fizer uma coisa errada [e grave] em uma empresa, com certeza, a frase será “passe, por favor, no RH”. Além de explicar os motivos da demissão, o profissional do RH cuidará das questões burocráticas da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT e dos fatores internos e externos da ação, contribuindo para o compliance [conformidade] empresarial. Ou seja, se depender dele, a gestão de pessoas fica sempre compatível com os resultados esperados. 

Cultura interna: toda empresa que tem sua cultura interior bem definida está bem posicionada no universo dos negócios. Isso é fato! A cultura interna é nada mais, nada menos que fazer os funcionários “vestirem a camisa”, literalmente. 

Novas tecnologias: a empresa quer lançar um novo produto, mas não sabe como? Quer inovar em algum setor? Ou então pretende colocar à disposição dos clientes um novo serviço de call center? Novidades ofertadas ficam mais fáceis de serem trabalhadas nas mãos dos profissionais do RH. Afinal, por ser uma área de comunicação, eles estão sempre aptos a sugerir novas tecnologias que aumentam tanto o desempenho dos trabalhos quanto dos colaboradores. 

Portanto, é visível o quanto o departamento de Recursos Humanos é importante para a empresa melhorar sua posição no mercado. Neste sentido, se faz primordial investir no setor, contate a JGA e fique por dentro dos cursos que oferece : www.jgatreinamentos.com.br e fique sempre por dentro das novidades. 

Da Redação