O novo caminho para o sucesso.

A importância da transparência na prestação de contas das entidades, com ou sem fins de lucro

Em conjunto com o profissionalismo, a economia e a boa aplicação de recursos financeiros, a prestação de contas forma o conjunto de diretrizes que precisa ser empregue constantemente para se galgar a tão falada transparência nas Organizações da Sociedade Civil – OSC. 

Para uma correta e transparente prestação de contas, que na maioria das vezes é atribuição do contador, é aconselhável se ater às demonstrações financeiras, entrega de declarações, apresentação de extratos bancários e preenchimento de formulários. É fundamental ainda que esse instrumento cumpra, de forma clara e apropriada, cada meta e fase prognosticada para o êxito de um projeto. Por isso, é essencial unir todas as informações não só financeiras, mas os relatórios das atividades, fotos, listas de presenças, resumo de eventos realizados...   

Transparência 

A transparência nas informações e prestação de contas veio para o bem, e deve ser vista como uma aliada – e não como um entrave. Primeiro porque a transparência traz clareza, credibilidade e coerência, ao passo que quando a informação está centralizada, as boas ideias surgem de onde menos se espera. Outro fato importante, ainda mais nas OSCs, é que como estas agem em suprimento das demandas assistenciais da sociedade, então, deve ser aprazível o interesse em demonstrar como as missões sociais estão sendo desempenhadas.

E o melhor de uma prestação de contas transparente é que associados, instituidores, doadores e financiadores têm a oportunidade de participar dos resultados.

O próprio Tribunal de Contas da União – TCU afirma que a prestação de contas é o “dever social e público de prestar informações sobre algo pelo qual é responsável”. Segundo o órgão, essa é a base da “transparência e do controle social”. Então, se queremos uma sociedade mais justa e igualitária, cada um de nós tem que começar por si mesmo a fazer a própria parte. 

Cursos profissionalizantes 

Sendo assim, a JGA Treinamentos e Assessoria Contábil recomenda que as entidades privadas, com ou sem fins lucrativos, demonstrem o máximo de transparência possível, por meio da elaboração e apresentação de prestação de contas destinadas ao pagamento de tributos, ao conselho fiscal, aos colaboradores, voluntários, beneficiários, doadores, órgãos de controle e fiscalização etc. 

Não é uma tarefa nada fácil  apresentar relatórios de prestação de contas transparentes e, sabendo o quão relevante é o assunto, a JGA Treinamentos conta com um time de especialistas e oferece periodicamente cursos sobre o tema. Entre em contato e obtenha mais informações sobre este importante tema: 11.3660.0600.

 

Da redação