O novo caminho para o sucesso.

​Contribuintes podem regularizar suas pendências na DIRPF

Os contribuintes que caíram na malha fina receberão, no início de outubro, cartas da Receita Federal informando a necessidade de prestar esclarecimentos acerca de inconsistências na Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física - DIRPF.As cartas somente serão enviadas a contribuintes que podem se autorregularizar, isto é, contribuintes não intimados nem notificados pela Fiscalização da Receita Federal.No total, cerca de 383 mil contribuintes em todo o País estão nesta situação.Assim, estas pessoas poderão retificar a Declaração e, posteriormente, acompanhar o seu processamento por meio do serviço disponível na internet: Extrato da DIRPF.Segundo a Receita, essa é a maneira mais rápida de saber o que ocorreu no processamento da Declaração e se há pendências que podem ser resolvidas pelo próprio contribuinte.Logo, não é necessário comparecer à Receita Federal, que adverte:  caso o contribuinte não aproveite a oportunidade de se autorregularizar, poderá ser intimado formalmente para comprovação das divergências.Após receber a intimação, não será mais possível fazer  correções na Declaração e qualquer exigência de imposto pelo Fisco será acrescida de multa de ofício de, no mínimo, 75% do imposto que não foi pago pelo contribuinte, ou que foi pago em valor menor do que o devido.

 

Com informações da Receita Federal
Publicado em 09/10/2018